Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013
Conheça os Emagrecedores mais vendidos no Brasil!

Estressados correm mais risco de sofrer ataque cardíaco

As pessoas que se sentem estressadas correm duas vezes mais riscos do que o resto da população de sofrer um ataque cardícado, revelou um estudo publicado nesta quinta-feira (27). "A conclusão é que não se deve ignorar as queixas dos pacientes sobre o impacto do estresse na saúde" porque podem indicar um aumento do risco de doenças cardíacas, afirmou Hermann Nabi, chefe de equipe do Instituto de Pesquisa Médica francês (Inserm), que atuou no estudo.

A pesquisa foi realizada por cientistas franceses, ingleses e finlandeses com um total de 7.268 trabalhadores britânicos no âmbito de um programa que estuda os fatores sociais da saúde criado em 1985, na Grã-Bretanha, chamado Whitehall Study.

As pessoas que no começo do estudo disseram se sentir "muito afetadas" ou "extremamente afetadas" pelo estresse tiveram risco 2,12 vezes maior do que o restante de morrer de parada cardíaca.
Os participantes também for…

Animal de estimação pode deixar dono mais feliz, otimista e ativo

Saiba qual o melhor bicho para cada tipo de pessoa e família.

Cães, gatos e outros mascotes ajudam pressão, hiperatividade e depressão.


Ter um animal de estimação em casa pode ser melhor do que remédio e terapia juntos. Isso porque um cão, gato ou outro bichinho mais exótico – como aves, peixes, tartarugas e escargôs – é capaz de deixar o dono mais feliz, otimista, ativo e menos solitário.

Além disso, os animais domésticos podem fazer bem para o coração (pressão arterial e circulação sanguínea), sistema imunológico, hiperatividade, depressão, postura e alergias.

O psiquiatra Daniel Barros e a veterinária Silvia Ricci explicaram os benefícios de ter um bichinho como companheiro diário e qual é o mais indicado para cada tipo de dono e família. Em alguns casos, até animais de grande porte podem ajudar, como cavalos e botos.
Fonte: Bem Estar

Anvisa estuda ampliar registro de fitoterápicos no Brasil

Lista proposta pela agência inclui produtos consumidos como alimentos.

Uso popular será levado em conta na formulação de novas normas.


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária estuda ampliar a lista de registro para os medicamentos fitoterápicos – aqueles que são obtidos a partir de plantas medicinais. Até o dia 22 de julho, a agência aceitará sugestões da sociedade sobre o tema.

A grande novidade na proposta da Anvisa é a inclusão de uma nova categoria chamada de com os chamados “produtos tradicionais”. Nesse grupo, a agência concederá registro a produtos que ainda não tenham estudos clínicos confirmando a eficácia e a segurança, mas que já sejam consagrados pelo uso popular.

É diferente do que acontece com os medicamentos fitoterápicos. Apesar de compostos por produtos naturais, eles são vendidos em formatos como pílulas ou óleos, e têm que ser submetidos a testes que comprovem a eficácia e a segurança, assim como acontece …

Estudo encontra vínculo entre substância do café e aumento de peso

Um estudo feito na Austrália  surpreendeu cientistas ao indicar que o consumo de uma substância encontrada no café pode estar ligado ao aumento de peso.

Segundo a pesquisa do Instituto de Pesquisa Médica do Oeste da Austrália e da Universidade do Oeste da Austrália, o consumo diário de ácido clorogênico em quantidades equivalentes às encontradas em mais de seis xícaras de café por dia pode levar a um aumento no acúmulo de gordura nas células.

O ácido clorogênico vinha sendo associado à redução do risco de diabetes, de hipertensão arterial e acúmulo de gordura corporal, daí a surpresa dos cientistas.

A pesquisa, divulgada na publicação científica Journal of Agricultural and Food Chemistry, procurou analisar como o aumento do consumo de certos compostos encontrados no café poderia melhorar a função cardiovascular.

Nela, os estudiosos submeteram camundongos obesos a uma dieta rica em gordura durante 12 semanas.

Eles tinham sua dieta diária…